domingo, 6 de janeiro de 2013

estranho
tanto
êxito

enquanto

teço
um texto
de meus
desconcertos

ñ sei bem
ao certo
de que

frequentemente

adoeço

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

falta

de estreitos
à extratos

paredes e
aparências

amenas

a velha veia
de tanto pulso
e porrada

repulsa

essa falta
relapsa

q imóvel
ñ poupa
me apaga
e ñ passa

ñ passa
ñ passa

cansei
passo
a vez

a fim
de um
recomeço

mais fácil

finco
feito carne
o mundo
nu teu corpo

e asso