domingo, 29 de abril de 2012

Nada de encantamento,

De principiedades,

Nada de cavalos brancos

Ou cabelos louros...

Aprendi de meu pai,

Pouco romantico,

Que não há melhor fada

Que um bom salário.

Published with Blogger-droid v2.0.4

domingo, 22 de abril de 2012

vc fez
com
um
sem
teu

um
nada
de mim

vc me desfez
tão bem

com aquele
lampejo
de ñ
perceber-me
depois
que me viu

e anoiteci

domingo, 8 de abril de 2012

fragmentices

a culpa
copo
cheio
de mágoa
ao existir
-me
tão 
ao extremo

teu corpo

tão curva
rota 
reta ao
desespero
mais completo


a fome
estendida
sobre todas 
as formas

a boca

entreaberta
entrecruza
o lábio 
o hálito 
o ar
e olfatos
outros
perto à aurora
de desacerto e
desacréscimo
perdura a noite
sob a penumbra
desse aperto
absoluto dentro
do peito



autofobia

o raio
me parta
agora


terça-feira, 3 de abril de 2012

narcisos e seus espelhos
e seus espasmos
imaginados
suas espécies
valem tão nada
narcisos
sob o peso
do desespero