sábado, 12 de outubro de 2013

colapso

img de angélina nové


a um passo do fundo
um segundo do poço
uma poça em neptuno
o atrito do soco

do início ao fim 
do sem sono

dança lentamente

(rente à memória do lapso
frente ao espelho em que pasmo)

um espetáculo 
de colapsos

o silêncio

img de Corey Goldberg

me estranha
entranha
intensa

o silêncio
me arrebenta

toda vez
q se
reinventa




quarta-feira, 2 de outubro de 2013

receita para enlouquecer





ignore a memória coagulada na garganta

siga a ordem dos sintagmas

pense despotência
minta engane aprenda-se

seja óbvio objetivo prático

não dê o devido valor ao café
dê o delito favor à fé

por higiene e saúde
lave seus livros
com hipoclorito de sódio

seja plurissílabo

bata na porta dos fundos
abuse do por favor
do obrigada
do sinto muito

não beba
não fume
não fuja
não babe
não grite
não grave

finja
o tom de voz daquela pessoa

esqueça

não escreva

mantenha a calma
a cama arrumada
desengatilhe a arma
faça a barba
faça um plano
limpe o quarto
lave o prato
vista branco

suporte o sufoco
dos prefixos
a an dis des in i

engula todos os anfíbios

e feche em si
a porta hospício


ao entrar

*

Créditos da imagem:
foto por Aaron Nace


anúncio

trago 
a pessoa 
amada

img de Angélina Nové

desmoldes

duro
      é dormir
     sem ter

uma moldura                           
que dê                  
para o mar                        
que dê                  
para a lua                     

que dê
para quem 
quiser dar

img de Brian Oldham

lobo

ele

abalou-me
o complexo
equilíbrio
do ventre

fez o estrago
mais
terrorífico
e belo

faminto 
e feroz
como um lobo 

bolado
comigo


img de Rob Woodcox