terça-feira, 1 de novembro de 2011

e agora II?

não foi nada,
essa dor é só jeito q a vida
se dá por inteiro
não é nada
esse nulo é o todo despejo na pele
palavra que emperra completo complexo
esse pó na faringe poema
não esquenta e esquece de novo
agora...

Nenhum comentário:

Postar um comentário