terça-feira, 23 de outubro de 2012

amarga goma
mascando a boca
som sem sabor

descasos do agora
a gana de outrora
se desmoronou

cansaço amarelo
sob sol sem sombra
semi-invisível

teu elo se rompa

às 3h pré-aurora
desvios agora
vc se tornou

tão esquecimento
largado no nada
sob 20 palmos

de mãos acenadas
vc se enterrou

2 comentários:

  1. Rompam-se os elos e deixe que se enterrem, que seja sob 20 palmos de acenos, lá no fundo do esquecimento.
    Belo, Alê!
    Bj. Daniel

    ResponderExcluir